quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Programa detalhado do Ciclo de Conferências

Todas as conferências se realizarão às 18h na Sala do Conselho da UACS (Rua Castilho, 14, Lisboa).
As intervenções dos oradores terão cerca de 40 minutos de duração, sendo reservados 20 minutos para debate. Entrada livre.

22 de Fevereiro | David Sousa-Rodrigues (Centre for Complexity and Design, The Open University) e Mafalda Teixeira de Sampayo (CIES-IUL, Departamento de Arquitectura e Urbanismo, Instituto Universitário de Lisboa), Random-Walks on the plans for the 1755 Lisbon reconstruction. Cities as Complex Systems
29 de Março | Ana Gil (CERIS - Instituto Superior Técnico), Lisboa conventual: reconstrução digital de património arquitectónico.
26 de Abril | Rosa Fina (IHC-FCSH, Universidade NOVA de Lisboa), As várias noites de Lisboa (1780-1900): uma perspectiva histórica, social e literária.
31 de Maio | Ana Barata (Fundação Calouste Gulbenkian - Biblioteca de Arte), «Lisboa caes da Europa»: e do rio se fez cidade
21 de Junho | Ana Alcântara (IHC-FCSH, Universidade NOVA de Lisboa), Associações de classe e intervenção operária na Lisboa no final do século XIX.
12 de Julho | Paulo Alexandre Alves (IHC-FCSH, Universidade NOVA de Lisboa), Uma cidade culturalmente fervilhante? O comércio de livros no final da Lisboa Oitocentista (1890-1910).
27 de Setembro | Gonçalo Gonçalves (CIES - Instituto Universitário de Lisboa), Os riscos de ser o “cais da europa”: Lisboa e as redes internacionais de cooperação policial, c.1890-1940.
11 de Outubro | Vítor Oliveira (Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto), A importância da cartografia histórica para os estudos de forma urbana: os casos de Lisboa e Porto.
25 de Outubro | João Silva (Instituto de Etnomusicologia – Centro de Estudos em Música e Dança (INET-md), FCSH-UNL), "O presságio d'alva como que tornou a cidade mais sonora": sons, espaços e vida quotidiana em Lisboa no final da Monarquia Constitucional.
22 de Novembro | Cecília Vaz (ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa, CIES-IUL), Novas vivências na cidade? A boémia em Lisboa (1880-1929).
13 de Dezembro | Alice Samara (IHC-FCSH, Universidade NOVA de Lisboa), Lisboa, cidade de resistência.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Instituições Organizadoras

Instituições Organizadoras