quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

III Ciclo | 1.ª Conferência: A atividade hoteleira em Lisboa no final do século XIX_Daniel Alves


Resumo: O sector dos serviços e comércio na cidade de Lisboa sofreu uma significativa reestruturação na passagem do século XIX para o século XX. Esse fenómeno, nos seus traços gerais, abrangendo todas as tipologias de estabelecimentos então existentes, foi já alvo de vários estudos e publicações (Daniel Alves 2017). Contudo, pouco ainda se sabe sobre o sector específico da oferta de alojamento e hotelaria na cidade. A historiografia portuguesa, ao contrário do que tem acontecido nos Estados Unidos, em Inglaterra e noutros países europeus, não tem dado atenção ao estudo da oferta de hotelaria naquele período, assim como a outras tipologias de oferta de alojamento na cidade. Sondagens prévias baseadas em dados do licenciamento dos estabelecimentos de comércio e indústria da Câmara Municipal de Lisboa, parecem indicar um crescimento substancial das unidades hoteleiras, entre 1890 e 1910, e uma alteração profunda na tipologia, propriedade e quantidade de outros tipos de unidades de alojamento temporário, como estalagens, albergues, hospedarias ou quartos particulares. Poderão estas alterações ser uma manifestação do nascimento de uma procura relacionada com a actividade turística? Usando os dados já referenciados respeitantes aos anos de 1890, 1900 e 1910 e recorrendo a uma análise estatística e espacial com a utilização de sistemas de informação geográfica, procurar-se-á caracterizar a actividade hoteleira em Lisboa, contribuindo para o conhecimento das ligações entre o crescimento urbano e a massificação do fenómeno turístico.

Link para texto representativo do tema: https://run.unl.pt/handle/10362/40222

Bio-nota: Daniel Alves é Professor Auxiliar no Departamento de História da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas e investigador no Instituto de História Contemporânea, ambos da Universidade NOVA de Lisboa. Tem um mestrado em História do Século XIX (2001) e um doutoramento em História Económica e Social Contemporânea (2010) com a tese “A República atrás do balcão: os lojistas de Lisboa e o fim da Monarquia (1870-1910)”.
As suas áreas de interesse são a História Contemporânea, a História Económica e Social, a História Urbana, a História das Revoluções e as Humanidades Digitais. Tem alguns livros e capítulos de livros publicados sobre História de Portugal no século XIX, bem como artigos em revistas científicas nacionais e internacionais, sobretudo em História Económica e Social e SIG aplicado à História. Recentemente foi editor convidado no número especial “Digital Methods and Tools for Historical Research” da revista International Journal of Humanities and Arts Computing e do número especial “The History of Retailing on the Iberian Peninsula” da revista History of Retailing and Consumption.
Colabora com frequência em projectos de investigação que usam bases de dados e sistemas de informação geográfica (SIG) na investigação histórica, nomeadamente nos projectos “Atlas, Cartografia Histórica” (http://atlas.fcsh.unl.pt/) e “Atlas das Paisagens Literárias de Portugal Continental” (http://litescape.ielt.fcsh.unl.pt/). É coordenador deste último desde 2018, em colaboração com Natália Constâncio.

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019

Continuação do Ciclo em 2019


Estamos a preparar a continuação do Ciclo para 2019, nas belas salas do Palácio Pimenta.
A primeira conferência será no final de Fevereiro, em breve anunciaremos toda a informação.
Entretanto, sugerimos a visita à exposição "Vicente: o mito em Lisboa", que inaugura amanhã.
Até breve!